Twitter do Bacana Facebook do Bacana Instagram do Bacana
Button Text! Submit original article and get paid. Find out More
Imprensa  destaca ferrovia no Pará

Imprensa destaca ferrovia no Pará

O projeto de construção de uma ferrovia em território paraense, cujos estudos de viabilidade acabam de ser autorizados pelo governo […]

Dilma entrega moradias em Capanema e é recebida com festa.

Dilma entrega moradias em Capanema e é recebida com festa.

A presidente Dilma Rousseff participou da cerimônia de entrega de 1.032 moradias do programa Minha Casa, Minha Vida nesta segunda-feira  […]

Recolhidos

Recolhidos

Tem gente dentro da Alepa achando estranho, estranhíssimo o fato do PT estar quietinho na Alepa. Oposição pra valer, os […]

Depois da semana santa

Depois da semana santa

Esse blogger vai rezar para que depois da semana santa uma boa nova nos chegue para que possamos ter dias […]

Como foi

Como foi

Foi Aloísio Mercadante quem primeiro disse que Dilma e Lula haviam ficados impressionados com Helder e estavam pensando nele para […]

Tweets do Bacana

Dilma inaugura conjunto de casas em Capanema e é recebida com festa pic.twitter.com/AvdWv9lQ7S

Ontem from BACANA's Twitter

Últimas do blog

COLUNA BACANA DO DIÁRIO DO PARÁ

caneta

 

FOFOCÓDROMO

Imagina você parlamentar da situação querendo conviver com parlamentar da oposição. Claro, quer tratar tudo na moita, quanto menos saberem, melhor.

Nos gabinetes da Alepa é um entra e sai danado, gente do PT pro gabinete de gente do PSDB e vise e versa. Claro, tudo muito confidencial que em política a traição vem do inesperado.

Aí vai o capitão Neil e instala duas câmeras na porta de seu gabinete, de olho no corredor. Rapaz, tá uma reclamação sem fim por conta desse BBB por lá. Querem tirar as câmeras, se sentem vigiados, os deputados.

E a confusão já foi parar no colo do presidente.

 

DIZEM POR AI…

Que um deputado de primeiro mandato, na hora de prestar suas contas de campanha apareceu com 15 mil reais. Outra deputada também em primeiro mandato, mas essa esposa de um prefeito, apareceu com 1 milhão apenas em doações. O primeiro em sua declaração de imposto de renda disse não ter nenhum bem – nem carro, nem casa, nem escova de dentes elétrica… – e na hora da prestação ao Tribunal pontuou que 9 mil reais eram seus e foram gastos em campanha, o que gerou uma confusão porque o Tribunal queria saber; se ele não tem rendimento algum como tem 9 mil reais, de onde veio esse dinheiro ? Já a deputada toda endinheirada vejam só; havia sacado dinheiro da conta, aplicado parte no mercado financeiro e ainda sobrado 250 mil. Fora o que não foi contabilizado como doação de campanha, o chamado por fora, que foi muita coisa. Preciso dizer quem foi que o Tribunal ficou no pé para aprovar as contas de campanha ?! Brasil !!!!!

PERSONALIDADES – Aberta a votação para a escolha das 50 Personalidades Mais Influentes do Pará em 2014. O evento de entrega da premiação e do livro com o perfil dos escolhidos será dia 27 de abril no Crowne Plaza hotel. A escolha das Personalidades pode ser feita votando pelo www.blogdobacana.com.br

 

 

 

 

PRESTÍGIO – O advogado Michel Haber foi admitido no prestigioso Master of Laws da Harvard Law School. Ele também foi selecionado pelo mesmo programa na Columbia Law School e na New York University. Nessa ultima foi escolhido para receber a Arthur T.Vanderbilt Scholarship, honraria acadêmica que distingue pouquíssimos acadêmicos ao redor do mundo.

 

 

 

 

ALE – Postos de gasolina foram devolvidos. Bens arrolados.

Quanto custa eleger alguém??? As vezes muito mais que o previsto.

 

 

MARAJÓ – Uma velha história corre dizendo que um homem detinha quase meio Marajó de terras, 40 mil hectares.

Ele tinha um filho e uma esposa.

E a esposa não era mãe do filho.

Ele morreu e a viúva vendeu pra muitas pessoas as terras.

O filho que mora nos Estados Unidos entrou na justiça questionando essas vendas.

O tempo correu, correu.

E a justiça agora pediu a reintegração de posse de tudo isso de terra.

Um mundaréu.

E muita gente comprou, pra pasto.

Verdade seja diz, outras tantas invadiram.

Resumo; a Polícia Federal está chamando uns e outros para citar.

Nomes estrelados marajoaras.

Uma confusão do tamanho do Marajó.

 

 

ANANINDEUA – Há políticos que defendem que Jefferson Lima deveria ser candidato a prefeito de Ananindeua, pela expressiva votação que ele teve na cidade. A questão é convencer o moço.

 

 

BELÉM – Pode ser que Eder Mauro dispute a prefeitura de Belém? Pode ! Ele mesmo já nos disse isso e essa semana o deputado Junior Ferrari do mesmo partido – PSD – confirmou a possibilidade, cada dia mais real.

 

INIDÔNIA – Tem construtora morrendo de medo dessa palavra, ‘inidônea’. Ela significa no frigir dos ovos que a empresa deixou de cumprir algum contrato com o Governo Federal, e quando assim está classificada, não pode fazer obra alguma. Por aqui no Pará, isso anda gerando uma confusão sem pé nem cabeça, de um caso recente, ainda não resolvido.

 

PARTIDOS – Kassab tentando ressuscitar o PL.

E dizem um super mega hiper figurão  do Pará, fechado pra se transferir para o novo partido.

E PTB e DEM prestes a se fundir.

Por aqui como ficariam Duduciomar e Lira, o Maia?

 

 

OAB – Primeiro foi Sérgio Couto.

Agora Oswaldo Serrão.

Ambos desistiram de disputar a presidência do OAB, eram tidos como candidatos.

Agora dizem que só tem Alberto Campos como candidato oposicionista.

 

 

PEDRAL – O senador Flexa Ribeiro foi comunicado que em julho sai o novo edital para o derrocamento do Pedral de Lourenço.

A novela se estende por anos, sem a retirada do pedregulho a navegabilidade do rio é impossível, o que enterra de vez a sonhada Alpa.

O DNIT  promete que dessa vez sai.

Hum….

 

PEBAS – Valmir começou a desintegrar o G8, o grupo de oito vereadores que comandados pela vice prefeita estão tentando tirá-lo do poder da bilionária Parauapebas.

Convidou um deles para ser secretário municipal.

Claro que o cara topou e no lugar desse vereador entrará um da base do prefeito.

O elefante começa a se desintegrar.

 

 

PESQUISA – Mais de R$ 22 milhões, esse é o valor dos investimentos que a Fundação Amazônia de Amparo a Estudos e Pesquisas do Pará (Fapespa) vai fomentar em pesquisas em Ciência, Tecnologia e Inovação (CT&I), nos próximos seis meses. Considerando os editais abertos, encerrados e ainda os que serão lançados neste ano, serão apoiados 200 novos projetos e financiadas cerca de 560 bolsas.

 

 

ACIA – O empresário Allan Bitar, foi empossado na última terça-feira para mais dois anos na presidência da Associação Empresarial de Ananindeua (Acia), a entidade completa no próximo mês de maio 29 anos de fundação.

 

 

FINZÃO – O Líder coloca mais de mil produtos em oferta nesse final de semana no seu Finzão de Semana Líder.

 

PRAZER – Os finalistas do premio Prazer em Trabalhar do Diário do Pará e do Caderno Negócios são; Big Ben, Cemaza, Cometa Motocenter, Cia Atlética, DNA, Duelo, Tupperware, Endicon, Garantia, Jomóveis, Laboratório Beneficente de Belém, Leolar, Sinobrás, Logos e 3 Corações.

 

DENDÊ         – Aconteceu em Brasília uma audiência pública que visa debater uma proteção a indústria brasileira de óleo de dendê. A ideia inicial do deputado Beto Faro que comandou a audiência é criar uma sobre taxa onde o Governo pagaria 25% quando o preço da tonelada do óleo fosse menor que 800 dólares.

 

DENDÊ I – Segundo o deputado Iran Lima o custo da tonelada do óleo despencou no mercado. Era de mil dólares e passou para 680, o que gerou o desemprego de 400 pessoas na região do Mojú.

 

50 –         Empresa especializada na produção de biscoitos, massas, mistura para bolos e salgadinhos de milho – Líder na Região Norte do Brasil – A Hiléia se prepara para comemorar os seus 50 anos de atividade. A fábrica em Pato Bragado no Paraná está a todo vapor.

 

Marabá – Dia 4 os Paralamas do Sucesso comemoram os 102 anos da cidade de Marabá.

 

MERCÚRIO – A Correias Mercúrio iniciou no mês de outubro as atividades de preparação de terreno e terraplanagem da sua nova planta localizada no distrito industrial de Marabá, com investimento total de aproximadamente R$ 100 milhões. A planta será a primeira a produzir correias transportadoras na região Norte e o projeto deve gerar em torno de 200 empregos, entre vagas diretas e indiretas. A empresa está sendo instalada em um terreno com área aproximada de 100.000,00 m² e contará com 50.000,00 m² de área de implantação e 12.000,00 m² de área construída inicialmente. Terá uma capacidade de produção de aproximadamente 7.000 tons de correias/ano e tem inauguração prevista para 2016.
MERCÚRIO I – A Correias Mercúrio é a maior fabricante de correias transportadoras da América do Sul com mais de 69 anos de presença no mercado e sede localizada na cidade de Jundiaí, São Paulo, e conta com 500 funcionários. Atende clientes em mais de 40 segmentos, tais como indústrias de extração e transformação, agronegócios, construção, portos e armazéns. No seu portfólio estão disponíveis correias transportadoras de lona, cabos de aço, correias laminadas e especiais.

Imprensa destaca ferrovia no Pará

tremO projeto de construção de uma ferrovia em território paraense, cujos estudos de viabilidade acabam de ser autorizados pelo governo do Estado, ganhou repercussão na imprensa nacional e internacional nos últimos dias. Produzida na quinta-feira, 25, pela Agência de Notícias Reuters, a matéria contém detalhamentos do projeto e opiniões de segmentos do setor público e do setor de produção. Desde a sua distribuição, o texto abriu espaço nos principais jornais e blogs do Brasil e na imprensa internacional, evidenciando a importância do projeto.

A reportagem original, intitulada “Investidores planejam ferrovia e porto de R$ 16 bi no Pará”, destaca que a construção da ferrovia paraense é especialmente esperada pelas companhias mineradoras e pelos empreendedores do agrobusiness. “A futura estrada de ferro, já batizada de Fepasa, deverá ligar áreas de extração de minerais e de produção agrícola a um porto a ser construído no município de Colares, ao norte de Belém, passando pelo porto de Vila do Conde, em Barcarena”, informa a Reuters.

Os investimentos privados previstos para o empreendimento são de 8 bilhões de reais, mais 6 bilhões para o porto e outros 2 bilhões para a construção de um condomínio industrial próximo ao porto. Quando ficar pronta, a ferrovia será uma alternativa mais barata para o escoamento da produção oriunda do sul e sudeste do Pará, além de promover a integração entre os modais rodoviário e fluvial, estabelecendo um circuito multimodal para o transporte de carga pesada. Uma solução ideal para a região amazônica, por ser menos agressiva ao meio ambiente e portanto, mais adequada ao desenvolvimento sustentável, que é uma premissa do governo Simão Jatene.

A ferrovia terá 1,2 mil quilômetros de extensão e seguirá um traçado paralelo ao que foi prospectado no projeto de Ferrovia Norte-Sul, mas nunca efetivado em solo paraense pelo governo federal. Desse modo será possível conectar as duas ferrovias, a estadual e a federal, na divisa do Pará com o Maranhão. “A expectativa do governo do Estado é de que já no primeiro ano de funcionamento da ferrovia a demanda será de quase 30 milhões de toneladas, principalmente minérios e grãos, com o volume subindo para 48 milhões de toneladas anuais em cinco anos”, detalha a agência de notícias alemã.

A região de Colares foi escolhida porque tem calado natural profundo, permitindo a atracação de navios de grande porte que atualmente não conseguem acessar terminais em Santos (SP) e Paranaguá (PR), por exemplo.

“A implantação de uma ferrovia com traçado captando os minérios e os produtos do agronegócio, tornará o Pará uma das regiões mais competitivas em todo o mundo, pela proximidade de um porto de águas profundas, atualmente Vila do Conde, e futuramente o novo porto de Colares. Esses fatores atuam de forma a atrair grandes indústrias e atividades econômicas para o futuro Condomínio Industrial portuário que integra o Projeto”, afirma Adnan Demachki, titular da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia (Sedeme).

Recepção

jdO governador Simão Jatene recebeu, na manhã desta segunda-feira, 30, a presidenta Dilma Rousseff, na Base Aérea de Belém. A presidenta cumpre agenda em Capanema, onde faz a entrega de cerca de mil unidades habitacionais dentro do programa Minha Casa Minha Vida.

Dilma entrega moradias em Capanema e é recebida com festa.

dilma no paráA presidente Dilma Rousseff participou da cerimônia de entrega de 1.032 moradias do programa Minha Casa, Minha Vida nesta segunda-feira  em Capanema. O empreendimento custou cerca de R$ 53 milhões, e deve beneficiar mais de 4 mil pessoas com renda de até R$ 1.600 por mês.

A presidente chegou de helicóptero por volta de meio-dia no bairro Caixa D’água, onde fica o conjunto José Rodrigues de Souza, do qual fazem parte as casas do programa. A presidente vistoriou as casas do conjunto e fez a entrega simbólica de uma residência para  Tatiane Moraes e suas três filhas.

Ao contrário do que achavam , Dilma não foi vaiada, foi bem recebida com gritos de  “Olê olê olá, Dilma Dilma”.

De acordo com o governo, cada imóvel tem 39,22 metros quadrados.

Durante a cerimônia, Dilma dividiu o palanque com o senador Paulo Rocha, os ministros Gilberto Kassab, das Cidades, e Helder Barbalho, da Pesca, além do vice-governador Zequinha Marinho.
Dilma reforçou que programas habitacionais não geram apenas moradias;  – Além de casa, o Minha Casa, Minha Vida gera empregos, renda, gera desenvolvimento, disse ela.

Ela também falou;  “Nós temos certeza que o Brasil está, neste momento, na fase final da superação da extrema pobreza”. “No Minha Casa, Minha Vida’ nós observamos a qualidade do piso, as aberturas das janelas, porque as pessoas tem direito a conforto. Não podemos aceitar qualquer tipo de restrição ao direito das pessoas viverem com dignidade. Quando vocês pegarem esta chave, terão oportunidade de abrir a porta para um futuro melhor”, disse.

Presidente inaugura mais de mil moradias populares no Pará (Foto: Alexandre Yuri / G1)

O ministro Kassab disse que seis milhões de pessoas já foram beneficiadas pelo programa em todo o país. Ele ressaltou a importância de investimentos que trazem benefícios diretos para a população, como programas de moradias populares, para a melhoria da qualidade de vida. “É importante reconhecer, fortalecer o governo que dá prioridade para o povo. Esse conjunto não saiu de graça”, ponderou o ministro Kassab. “R$ 53 milhões de reais significa que a sua prioridade é dar casa para essas pessoas”, avalia.

“O dinheiro do governo federal tem de beneficiar as famílias. Ele tem que ser muito bem empregado”, disse a presidente que, para evitar o uso político da entrega dos imóveis, afirmou que os beneficiados pelo programa serão escolhidos por sorteio. “Quem não teve, poderá ter acesso ao Minha Casa, Minha Vida. Quando a gente chegar ao final de 2018, teremos 3 milhões de moradias. Com isso vamos diminuindo o grau de exclusão social da moradia, que talvez seja o mais grave porque, quando você tem uma casa, tem condições de construir e dar conta da sua família”, concluiu.

A presidente comentou sobre as riquezas do Pará, e enalteceu a construção de hidrelétricas no estado. “Eu compartilho com aqueles que acham que o Pará é um dos estados mais ricos do Brasil. Mais rico pela população, pelos recursos naturais”, disse a presidente. “Eu tenho orgulho de estar aqui em construção, algumas no final já, três hidrelétricas: Belo Monte, Teles Pires e Santo Antonio” , exaltou a presidente, se referindo a empreendimentos no Pará, Mato Grosso e Rondônia.

Dilma também anunciou investimentos em aeroportos regionais e hidrovias para melhorar a logística da região. “A hidrovia Araguaia-Tocantins é um desafio. Eu disse ano passado que o Pedral do Lourenço a gente iria resolver. Nós vamos investir, porque é uma riqueza inigualável aqui do norte do país. O sul e sudeste já têm infraestrutura por demais. Agora cabe a nós garantir que a parte de cima do Brasil tenha as mesmas oportunidades”, anunciou.

Recolhidos

tocaTem gente dentro da Alepa achando estranho, estranhíssimo o fato do PT estar quietinho na Alepa.

Oposição pra valer, os outros partidos estão achando que o PT não está fazendo.

Estão recolhidos, rs.

Depois da semana santa

imageEsse blogger vai rezar para que depois da semana santa uma boa nova nos chegue para que possamos ter dias de paz.

Faz figa nas orelhas,  coelhinho.

Afinal, todos precisamos né?!

Como foi

imageFoi Aloísio Mercadante quem primeiro disse que Dilma e Lula haviam ficados impressionados com Helder e estavam pensando nele para um ministério, em um encontro casual com Jader.

Depois do aval da Vice presidência da República, o nome de Helder teve de ter o apoio do PMDB do Senado, por uma questão do que na Casa Civil da Presidência, chamavam de cavalheirismo com os senadores.

Tudo ok no Senado foi Eliseu Padilha quem primeiro chamou Helder de ministro e logo depois Mercadante ligou dizendo que Dilma gostaria de se encontrar com Helder.

O encontro foi no Palácio do Planalto de onde Dilma fez o convite, aceito por Helder.

 

 

Armação para Dilma

imageO Planalto já detectou que Dilma pode ter problemas em Capanema onde desce segunda para entregar mais de mil casas do programa Minha Casa Minha Vida.

É que o prefeito além de ter feito campanha para Aécio , estaria convocando eleitores para vaiarem a presidenta.

Não existe em Capanema quem não saiba dessa movimentação .

A inteligência do Planalto já fez seus ajustes para esvaziar a tentativa de intimidação .

Notícia ou fofoca ?

imageEm Brasília essa semana correu uma notícia que pode não passar de uma fofoca.

A de que Simão Jatene já teria acertado com Kassab seu ingresso no novo PL, partido que o ex prefeito de SP tenta formar.

Será?

Focado e calmo

imageDepois de ajudar a transformar em projeto de lei o assassinato de policiais em atividade como crime ediondo, Eder Mauro tem duas obcessoes .

Diz que não descansa enquanto não aprovar a diminuição da maioridade penal e a aprovação do projeto que permite a policiais andarem sempre armados, estando  ou não durante atividades profissionais.

Ah no Congresso entre os deputados do Estado uma constatação ; Eder aprendeu a absolver as críticas contrarias as suas opniões sem dar um safanão nos críticos sem noção que não sabem quem estão criticando.

Pelo menos por enquanto.

Pedradas e indefinições

imageO deputado Priante faz mistério a respeito das eleições municipais.

– Zenaldo não fez nada, e não tem sequer projeto para poder fazer. Vai passar a vergonha de comemorar 400 anos de Belém sem nada para oferecer. Não tem S algum, nada, portanto vai sofrer muito para se reeleger.

Apesar das críticas ele não diz o que fará ; – Posso ou não ser candidato a prefeito, só sei que apenas topo se houver uma coligação robusta, mas por enquanto não descarto a vaga que é minha por direito.

O deputado peemedebista acredita que Jatene não será mais um importante cabo eleitoral; – Porque foi o Jatene que elegeu o Zenaldo, prometendo que sairiam abraçados resolvendo todos os problemas da cidade e mais de dois anos depois toda a população viu que era só marketing, então esse papo de abraçados seremos fortes e a população vai se beneficiar, não cola mais, alfineta Priante.

Leves observações eleitorais

imageO deputado federal Bero Faro acha que se Edmilson Rodrigues quer o apoio para concorrer à prefeitura de Belém tem de parar com esse negócio de que o seu Psol não admite fazer composição com o PT as claras e tem de parar com esse negócio de que o PSol não pode por uma suposta pureza, não se coligar com o PMDB.

– Ou se trata política da forma que é ou não vejo porque apoiarmos o Edmilson. Só ele não chega lá e querendo apoio velado não terá apoio algum, ou busca, encara e assume os apoios que quer ou não tem conversa.

Beto também acredita que a dobradinha PMDB-PT para prefeitura da capital é bem provável, podendo ser com Priante como candidato e por exemplo, Puty como vice.

Mas ele adianta que tudo é muito especulativo nesse momento.

Pré-estreia

 

O ator e comediante Fábio Porchat estará nesta quinta, 26, em Belém, para pré-estreia exclusiva do filme “Entre Abelhas”, estrelado e roteirizado por ele. A sessão será no Cinépolis do Parque Shopping Belém, às 17h. Antes da sessão o ator falará um pouco com o público sobre o filme.

Cinco anos em Belém

destaque-324670-taveira800x500 (1)A comunidade católica de Belém comemorou, na noite de ontem, o aniversário de cinco anos de posse canônica do arcebispo metropolitano de Belém, Dom Alberto Taveira. A missa em ação de graças foi celebrada pelo próprio arcebispo, que também marcou a reabertura da Igreja do Carmo após dois anos de restauração. Natural de Minas Gerais, Dom Alberto Taveira é o décimo arcebispo de Belém.

Despejo

destaque-324697-tiradentesEm meio à crise na educação que toma conta de todo o estado do Pará, mais um caso mostra os problemas a que estão submetidos professores, funcionários e principalmente os alunos: na última quarta-feira (25), a Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Tiradentes II, no bairro de Batista Campos, em Belém, recebeu ordem de despejo. Isto mesmo!

A escola, que conta com mais de 700 alunos, está localizada em um prédio alugado e terá que fechar as portas porque o dono do espaço cobrou, junto à Justiça, a retomada do imóvel.

Fim de carreira

gisele-bundchen-aposentadoria

A modelo Gisele Bündchen já tem data para desfilar pela última vez em uma passarela, dia 15 de abril.  A São Paulo Fashion Week (SPFW) divulgou hoje, o calendário oficial de desfiles que acontecerão no Parque Cândido Portinari entre os dias 13 e 17 de abril.  Gisele irá encerrar sua carreira como modelo de passarela ao desfilar pela grife Colcci.

Protesto

Dol

destaque-324699-img-20150326-wa0003

Um ato de servidores portuários e dos guardas portuários do Pará é realizado na manhã dessa quinta-feira (26) em frente ao prédio da Companhia Docas do Pará (CDP), na rua Marechal Hermes com a avenida Presidente Vargas. A paralisação afeta todos os portos da Região Metropolitana de Belém, além do porto da Vila do Conde, em Barcarena, e o porto de Santarém.

Segundo o presidente do Sindicato dos Portuários, Márcio Costa, o protesto é motivado pela demora na assinatura do acordo coletivo de trabalho, que está com aproximadamente nove meses de atraso.

Audiência

unnamed (11)

O  Presidente da Associação Comercial do Pará, Fábio Lúcio, esteve em Brasília, participando de audiência com o Ministro do Turismo, Vinicius Lages. Em pauta os investimentos para o desenvolvimento do Turismo nos diversos Pólos de nosso Estado. Na foto: Adenauer Goês, Fábio Lúcio, Min. Vinicius Lages, Dep. Arnaldo Jordy e André Pontes.

Sesc Boulevard abre temporada de espetáculo que mostra o cotidiano de uma monarquia decadente

unnamedRevelando suas prioridades e intimidades, seus descasos e o acentuado medo de uma possível conspiração, o espetáculo “No trono”, da Cia Varisteiros de Teatro que inicia temporada  nesta quinta-feira (26) e vai até sábado (28) no Centro Cultural Sesc Boulevard, aborda a política de forma cômica e não tão distante da nossa realidade. As apresentações acontecem sempre às 19h e a entrada é franca.

“No Trono” é uma livre adaptação da obra O Palácio dos Urubus, do renomado dramaturgo carioca Ricardo Meirelles Vieira. O texto primoroso entrelaça o nosso momento político com a realidade de um país fictício em declínio, cuja monarquia preocupa-se apenas com os seus próprios interesses enquanto a população padece, já que o monarca orgulha-se de oferecer circo semanalmente e pão anualmente à população carente de Babaneiralle.

O Grupo Os Varisteiros de Teatro nasceu da união dos egressos do Curso Técnico de Formação em Ator (2011) da Escola de Teatro e Dança da Universidade Federal do Pará – UFPA, com o intuito de permitir a inserção dos recém-formados atores no celeiro de produção teatral da cidade das mangueiras – Belém do Pará. Fundado em 2012, fora dos parâmetros da academia, o grupo surgiu possibilitando a estes jovens artistas à atividade criadora de pesquisa e experimentação cênica, as próprias montagens, a descoberta de uma poética de trabalho, a vivência em grupo de teatro e, sobretudo, viabilizando a realização de espetáculos ao grande público paraense. Além do espetáculo No Trono, o grupo tem produzido os espetáculos Nó de 4 Pernas e Sonho de Uma Noite de Inverno, ambos do dramaturgo paraense Nazareno Tourinho.

 

Por aqui

DILMADilminha chega ao Pará na segunda.

Vem pra Capanema onde fará entrega de casas do Minha Casa Minha Vida.

Um mundaréu de problemas.

marajoUma velha história corre dizendo que um homem detinha quase meio Marajó de terras. 40 mil hectares .

Ele tinha um filho e uma esposa.

E a esposa não era mãe do filho.

Ele morreu e a viúva vendeu pra muitas pessoas as terras.

O filho entrou na justiça.

O tempo correu, correu.

E a justiça agora pediu a reintegração de posse de tudo isso de terra.

Um mundaréu.

E muita gente comprou, pra pasto.

Resumo; a Polícia Federal está chamando uns e outros para citar .

Nomes estrelados marajoaras.

Uma confusão.

 

Presidente do DEM será investigado

A ministra do STF (Supremo Tribunal Federal) Cármen Lúcia atendeu um pedido do Ministério Público e abriu inquérito investigar o presidente do DEM, senador Agripino Maia (RN – foto), citado em delação premiada por um empresário de Natal (RN) que teria negociado propina com políticos para aprovação de leis.

A abertura de um inquérito não significa culpa e é o estágio inicial de uma investigação.

Nos próximos dias o Ministério Público irá ouvir testemunhas, buscar provas e, a depender do material que vier a obter, pode apresentar uma denúncia contra o senador ou determinar o arquivamento das apurações.

O caso em questão diz respeito a um instituto montado pelo empresário George Olímpio para prestar serviços de cartório ao Detran, que cobrava taxas de cada carro financiado no Estado. Ele teria pago propinas para agilizar a tramitação do projetos de um lei que criava a inspeção a inspeção veicular da qual se beneficiaria.

Bafafá

bafafáOntem o deputado Eder Mauro se meteu no maior bate boca na audiência publica que tratava no Congresso da lei da maioridade penal.

Foi um empurra –  empurra danado, chegando os deputados contrários e a favor da diminuição da maioridade penal  a colocarem os dedões uns na cara dos outros.

Os populares também se manifestaram.

Olha, eu tenho minha opinião formada sobre isso. Sou a favor da diminuição da maioridade penal.

Esses moleques delinquentes exageram no fúria por saberem que depois nada pega para o lado deles.

Ladrão e assassino não tem idade, tem de ir pra cadeia com 10 ou com 70 anos.

E fim de papo.